Dê seu diagnóstico – Caso #7

Deixe um comentário

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO: paciente do sexo masculino, 49 anos, branco, engenheiro civil,
natural e procedente de Santa Maria.
QUEIXA PRINCIPAL: palpitações.
HISTÓRIA DA DOENÇA ATUAL: paciente sabe ser hipertenso leve há 9 anos, fazendo uso de
Telmisartan 40mg associada a Hidroclorotiazida 12,5mg. Há 5 anos, após um problema emocional
importante, começou a apresentar palpitações que apareciam uma a duas vezes por mês e duravam
entre 15 e 30 minutos; a sensação era de batimentos cardíacos rápidos e irregulares.
Na ocasião, procurou um cardiologista em sua cidade que entre outros exames, solicitou ECG de
repouso e de esforço (ambos normais) e Holter de 24 horas que apresentou extra–sístoles
supraventriculares freqüentes e extra-sístoles ventriculares raras. Fez também um ECG em um dos
episódios de palpitações. Há aproximadamente 1 ano, tem a sensação de um ritmo irregular contínuo, que entretanto, não o
impede de praticar esportes (natação 3 vezes por semana). Faz uso de propafenona (450mg/dia),
AAS (200mg/dia) e atenolol (50mg/dia).
HISTÓRIA MÉDICA PREGRESSA: Fumou dos 17 aos 29 anos de idade.
HISTÓRIA FAMILIAR: – Pai com 77 anos, com arritmia.
– Mãe com 78 anos, assintomática
– 3 irmãos (2 com hipertensão)
– Dois filhos normais
EXAME FÍSICO: Bom estado geral aparente, lúcido, orientado, mucosas úmidas e coradas. Peso:
91kg. Altura: 1,80m. Temperatura: 36.4° C, FR: 20mrpm, FC: 110bpm, irregulares PA: 132×76
mmhg. Bulhas normofonéticas. Ausência sopros. Ausculta pulmonar normal. Fígado palpável sob o
rebordo costal. Sem edema. Pulsos periféricos palpáveis.
EXAMES COMPLEMENTARES: glicose: 90mg/dl; creatinina: 1,1mg/dl; colesterol total: 194;
colesterol HDL: 38mg/dl; triglicerídios: 70mg/dl; ácido úrico: 7,0mg/dl; hemoglobina: 15,9mg/dl;
leucócitos: 5.400; TSH: 1,36; PSA total: 0,38; TGO 22,4 U/I; tempo de protrombina: RNI 0,9.
ECG: anexo RX de tórax normal
PROCESSO DE DISCUSSÃO EM PEQUENOS GRUPOS
1. Que hipótese diagnóstica podem ser formuladas com base na anamnese e no exame físico?
2. Os exames complementares do caso em discussão reforçam o diagnóstico?
3. Quais são os principais sintomas associados às arritmias? Quais os fatores que determinam o tipo
de sintomatologia?
4. Quais são as principais causas de arritmias e quais são os fatores precipitantes das mesmas?
5. Classifique as arritmias.
6. Quais as arritmias que apresentam riscos de morte súbita?
7. Exames complementares a serem solicitados para diagnóstico das arritmias.
8. Qual a conduta terapêutica das diversas arritmias e, em especial, do presente caso?
9. Qual o prognóstico do caso em discussão?
REFERÊNCIAS
1. Fauci AS, Braunwald E, Isselbacher KJE, Wilson JB, Kaseper DH, Hauser SL, Longo DL.
Harrison´Principles of Internal Medicine, 14ª ed. New York, USA: W.B.Saunders Company, 2001.
2. Goldman L& Bennet JC. Cecil Texbook of Medicine, 21ª ed. Philadelfhia, USA: WB Saunders
Company, 2000.
FONTE: PUC-RS (Ver caso em PDF)

Anúncios

Informe erros nesta página

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s